DANÇA-AMAZÔNIA, uma Poética da TOTALIDADE

Nós somos uma contemporaneidade dos milênios.  (Saint-Beuve) “DANÇA-AMAZÔNIA, uma Poética da TOTALIDADE” é nossa IV Jornada formativa do curso livre MANA-MANI – Danças Circulares dos Povos;  reúne uma amostra-repertório de danças tradicionais do Grão-Pará e Maranhão, seus cantos, ritmos, iconografias e mitopoéticas, em conexão com os grandes arquétipos e valores da humanidade a dinamizar o mundo…

Dançar o Tao da PAZ: INTEIREZA e PLENITUDE.

“É mudando o olhar sobre nossa situação atual que podemos nos orientar para o objetivo que queremos mais alcançar.” (Alejandro Jodorowsky, in “O Caminho do Tarot”) Com um repertório de 12 danças – Mediterrâneas, dos Bálcans, da Ásia Menor e da Grã-Bretanha -, permeadas por imagens, poesias, narrativas míticas, e outras lindezas do Tarot – catedral nômade e…

Curso Livre MANA-MANI/Edição 15 Anos! Turma BELÉM-PA

…O Mundo só pode ser salvo ser for outro,  se esse outro mundo nascer em nós e nos fizer nascer nele… – Mia Couto, in “Cada homem é uma raça” Dançar a VIDA ReCriar o MUNDO é o Curso livre MANA-MANI de Formação em “DANÇAS CIRCULARES DOS POVOS” com foco em criatividade e valores humanos universais;…

Constelação BRASIS no Coração da Amazônia – Manaus/AM!

“Esses cantos, esses toques e essas danças são as pedras do meu céu e as estrelas do meu chão.” (Antônio Nóbrega) ♫…danças brasileiras de matrizes e interculturalidades indígenas, africanas, asiáticas e européias dos diversos povos do mundo; danças contemporâneas de coreografias autorais com músicas da MPB; danças brincantes, meditativas, devocionais e de trabalho…♪ e mais…

Dançar a VIDA, ReCriar o Mundo! Curso Livre Mana-Mani.2016

… o mundo só pode ser salvo se for outro, se esse outro mundo nascer em nós e nos fizer nascer nele… – Mia Couto, escritor moçambicano, in “Cada homem é uma raça” O CURSO LIVRE – Dançar a VIDA, ReCriar o MUNDO!  é  uma jornada formativa em 64 danças circulares, permeadas pela transdisciplinaridade (arte-ciência-tradição-espiritualidade) com…

ILUMINURAS na Marambaia!

 “E a luz, aquela luz ainda pulsa sobre a mata… E, nas estrelas, o brilho dos teus olhos ainda me encanta…” ILUMINURAS,  do artista marambaiano Heraldo Goez, é uma singela mostra poético-musical de sua primeira obra-livro “Navegando Estrelas – Poesia na Madrugada”  a luzir rios de beleza e encantamento sob o “Céu de Estrelas” da  Lua…

Baile CIRCULAR MARAMBAIÁ

Dançando a BELEZA da Nossa Hu-MANIDADE! Praça DOM ALBERTO RAMOS / MARAMBAIA – AMAZÔNIA – BELÉM,  18 de Setembro de 2015 / a partir das 19h00. ACESSO LIVRE e GRATUITO para TODOS os PÚBLICOS! co-Labore na divulgação: cartaz Roda MARAMBAIÁ Danças de Roda dos quatro cantos do mundo – Brasileiras, Gregas, Irlandesas, Árabes, Judaicas, Ciganas, Indígenas,…

DANÇAS BRASILEIRAS, PoÉticas Brincantes do MUNDO!

acervo MANA-MANI “Isso o povo daqui faz por uma devoção. É uma devoção que a gente tem com o santo, E por isso canta e dança conforme fez agora. Agora, tem gente que aparece que chama isso de folclore.” (Fala de um Dançador do Congo, em Machado – MG, in  “O Que É Folclore”, por…

CARIMBÓ do PARÁ – AMAZÔNIA / BRASIL

  Acervo Mana-Mani e Campanha Carimbó Patrimônio Cultural Brasileiro O Carimbó está para o Norte assim como o forró está para o Nordeste. É música de festa onde se dança até o dia amanhecer. Absoluto na região do Salgado paraense, não há cidade onde não se encontre um desses conjuntos. Junção caprichosa do pé batido…

BAMBAÊ, CARIMBÓ de CAIXEIRAS e CACURIÁ do MARANHÃO

Imagem do Império do Divino Espírito Santo de Alcântara-MA; Acervo  Centro de Cultura Popular Domingos Vieira Filho. Maçariquinho da beira da praia Como é que a mulher roda a saia É assim é assim é assim, oh lelê É assim que a mulher roda a saia… Rolinha saiu do bando Num pé de arroz sentou,…